Há 50 anos o homem pisava na Lua. A conquista que completa meio século inspira além das comemorações, reflexões importantes ressaltando o interesse recorrente pelo espaço sideral. Nesta edição, o Cidade em 4 Tempos convida pesquisadores para comentar os feitos espaciais e avanços científicos posteriores à Missão Apolo 11.


Convidados:


Antonio Fernando Bertachini de Almeida Prado
Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade de São Paulo (1985), Bacharelado em Física pela Universidade de São Paulo (1986), mestrado em Engenharia Aeroespacial - University of Texas System (1991), mestrado em Ciência Espacial Mecânica Orbital pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (1989) e doutorado em Engenharia Aeroespacial - University of Texas System (1993). Atualmente é consultor ´ad-hoc´ - bolsista (pq) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e Pro-Reitor de Pesquisas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Tem experiência na área de Engenharia Aeroespacial, com ênfase em Trajetórias Espaciais. Membro da Academia Internacional de Astronáutica, do Comitê de Astrodinâmica da Federação Internacional de Astronáutica e Associado do Instituto Americano de Aeronáutica e Astronáutica.


João Braga - Pesquisador Titular do INPE
Possui graduação em Física pela PUC do Rio de Janeiro, mestrado em Astrofísica pelo INPE e doutorado em Astronomia pela Universidade de São Paulo (1990) e Universidade de Harvard, EUA. Tem pós-doutorado em astrofísica de raios X na Universidade do Colorado. Atualmente é pesquisador titular do INPE, onde já foi Vice-Diretor Geral, Coordenador de Centros Regionais, Coordenador Geral de Ciências Espaciais e Atmosféricas, Chefe da Divisão de Astrofísica e Coordenador do curso de pós-graduação em Astrofísica. Atua principalmente nas áreas de Astrofísica de Altas Energias e Astronomia Espacial, com ênfase no desenvolvimento de instrumentação e de técnicas experimentais para detectores e telescópios de raios X e Gama para operar em plataformas de balões estratosféricos e satélites. Tem 73 trabalhos publicados em revistas internacionais e já formou 4 doutores  e 6 mestres.


Rodolpho Vilhena
Pesquisador 1B do CNPq.  Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Mackenzie (1962), mestrado em Matemática pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1968), especialização em Mecânica Celeste pelo IAG-USP (1966), doutorado em Dinâmica Orbital e Mecânica do Vôo pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1978) e pós doutorado em Engenharia Aeroespacial pela The Texas University at Austin (EUA-1987). Professor Titular aposentado do ITA onde atuou durante 32 anos (1963-1995) no Departamento de Matemática, Departamento de Astronomia e Departamento de Mecânica do Vôo e Orbital. Professor Assistente Doutor, aposentado, do Departamento de Matemática da UNESP /FEG -onde atuou no período 1995-2010. Professor Emérito da UNESP (2011-...). Professor colaborador no programa de pós graduação do INPE na área de Engenharia e Tecnologia Aeroespaciais desde 1982. Professor Visitante Nacional Senior do ICT- UNIFESP/SJC (2010-2014). Pesquisador visitante do INPE(2015). Professor Visitante Titular da UNIFESP(2015-2017). Pesquisador Visitante do Inpe (2017-2018). Professor Afiliado da UNIFESP (2017-...).Tem experiência nas áreas de Equações Diferenciais, Mecânica Celeste e de Engenharia Aeroespacial, com ênfase em Trajetórias e Órbitas, atuando principalmente nos seguintes temas: satélites artificiais, perturbações orbitais, teoria de perturbações e ressonância. É co-fundador do GRAM (Grupo de Rádioastronomia Mackenzie), hoje CRAAM (Centro de Radioastronomia e Astrofísica Mackenzie), ainda como estudante, em 1960.


Mediador

Roberto Stempniak 
Possui graduação em Bacharelado e Licenciatura Em Física pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1968), mestrado em Física pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica(1973), doutorado em Engenharia Eletrônica e Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica(1984) e pós-doutorado como Guest Worker no  National Bureau Of Standards(1986). Foi professor titular do ITA e de outras instituições. Atuando principalmente nos seguintes temas: caracterização de filmes finos, guias de ondas, elipsometria e ensino de física. 


CIDADE EM  4 TEMPOS ESPECIAL COM OBSERVAÇÃO DE ASTROS   
50 ANOS – CHEGADA DO HOMEM À LUA
Data: 18/07 | Quinta-feira
Horário: 19h
Local: Telão de Cinema
Entrada franca 


Endereço:
Rua Prudente M Moraes, 302
Vila Adyana São José dos Campos
Cep: 12243-750
Ver Mapa
Telefone:
(12) 3911-7090

E-mail:
[email protected]

Horário de Funcionamneto:
das 05h às 22h

Redes Sociais: