Buracos negros são regiões do espaço-tempo em que a força gravitacional é tão intensa que nada - nem mesmo a luz - pode dela escapar. Esses fascinantes objetos podem se formar logo após o Big-Bang, no Universo primordial, com massas muitíssimos menores que a massa da Terra. Noutro extremo, associados com a formação das galáxias, podem atingir massas da ordem de milhões a bilhões de vezes a massa do Sol. Neste segundo caso, dão origem aos chamados buracos negros supermassivos, presentes nas regiões centrais da maior parte das galáxias, incluindo a nossa Via-Láctea. Embora a existência dos buracos negros tenha sido postulada no século XVIII, somente com a teoria da relatividade geral de Einstein criaram-se as condições, matemáticas e físicas, para estudo desses objetos. Ao longo do século XX acumularam-se evidências, indiretas, da existência dos buracos negros. Porém, os limites da tecnologia não permitiam diretamente "observá-los". A primeira observação direta somente foi obtida em 2015, através da abertura de uma nova janela para estudo do Universo - a astronomia de ondas gravitacionais. 

Nesta palestra a céu aberto, discutiremos os vários aspectos teóricos e observacionais associados a esses fascinantes objetos, concluindo com as perspectivas tecnológicas que têm sido discutidas a medida que aprendemos mais sobre esses fascinantes objetos. A física dos buracos negros tem ampliado nossa compreensão sobre um tópico tecnológico chamado "informação". É possível que entendendo melhor a forma como a informação, contida em campos quânticos, é retida e armazenada nos buracos negros, possamos estabelecer uma base mais sólida para o desenvolvimento dos chamados "computadores quânticos". Certamente, o desenvolvimento da computação quântica colocará a humanidade num novo patamar de desenvolvimento científico e tecnológico. 


Convidado:
Oswaldo Duarte Miranda – Pesquisador Titular do INPE
Graduado em Física pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988), possuindo mestrado (1992) e doutorado (1997) em Astronomia pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo. Atualmente, é Pesquisador Titular - III da Divisão de Astrofísica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Possui experiência, e formação, em Física e Astronomia com ênfase, principalmente, em Gravitação e Cosmologia. Atua nas seguintes áreas: teorias de gravitação, radiação cósmica de fundo em micro-ondas, formação das estruturas em grande escala do Universo, formação estelar, plasmas espaciais e astrofísicos, setor escuro do universo. É Membro das seguintes Sociedades Científicas: Sociedade Brasileira de Física - SBF, desde 1988; Sociedade Astronômica Brasileira - SAB, desde 1992; International Astronomical Union - IAU, desde 2006.
 
ASTRONOMIA PARA TODOS 
BURACOS NEGROS:
LABORATÓRIOS PARA A FÍSICA FUNDAMENTAL E APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS
COM OSWALDO DUARTE MIRANDA
Data: 05/09| Quinta-feira
Horário: 19h30
Local: Telão de Cinema 
Tradução em LIBRAS por Rosemary Ribeiro
Parceria: INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
Entrada franca
 

Endereço:
Rua Prudente M Moraes, 302
Vila Adyana São José dos Campos
Cep: 12243-750
Ver Mapa
Telefone:
(12) 3911-7090

E-mail:
contato@pqvicentinaaranha.org.br

Horário de Funcionamneto:
das 05h às 22h

Redes Sociais: